Diferença entre Base Glicerinada, Hot Process e Cold Process

Fazer o sabão/ sabonete é muito divertido e prazeroso e está se tornando uma profissão (para muitos um hobby) muito popular. As pessoas que fazem sabão podem criar sabonetes especiais com excelentes aromas e em diferentes formatos.

Se quer aprender a fazer estes sabonetes artesanais existem 3 opções ( as mais usadas) que são : Cold Process, Hot Process e a Base Glicerinada. Todos eles têm suas vantagens e desvantagens e por isso é muito importante saber as diferenças entre eles.
base-glicerinada-300x194Fazer sabonete usando a Base Glicerinada é o método mais fácil.  Você pode comprar essa base que é  pré-fabricada e que está pronta para ser usada do jeito que está. Pode até usar esta mesma barra e tomar banho com ela. Mas se você quer dar um toque pessoal com cor, aroma e formas diferentes, Você deve cortar em pedaços pequenos e derreter no microondas ou no banho Maria.

Depois de derretido, deixe a criatividade rolar e coloque os aditivos que quiser como: casca de laranja, pétalas de flores, ervas, aveia, extratos, cores, etc. e colocar no molde que desejar para obter formatos diferentes.

b.G-3

Somente isso!  O sabonete elaborado pode ser bem simples ou muito elaborado e especifico… Tudo depende do que você deseja. Por mais divertido e útil que seja a Base Glicerinada as pessoas que usam este método para fabricar o sabonete na verdade não estão TECNICAMENTE fazendo o sabonete. Estão melhorando um sabão que já existe e que é  muito “sem graça”.

Para realmente fazer o sabonete precisa-se usar outros métodos que são: Cold Process e o Hot Process.

O Hot Process ( processo quente) começa dissolvendo a soda cáustica na água. E em seguida essa mistura tem que ser adicionada a óleos (vegetal ou animal) aquecidos. Esta mistura deve ter sempre uma fonte de calor mínima que vai acelerar o processo de saponificação. Enquanto essa massa esquenta se pode notar que passa por 4 fases de transformação, que eu classifico como :

  1. hot-process-textura-150x150 Separação
  2. Fase cuscuz
  3. Fase Purê de batata
  4. Fase Compota de maça

Depois destas fases, que deve durar entre 20 a 40 min., o resultado que já é um sabão, podemos adicionar os aditivos que queremos, misturar bem para que tudo fique distribuído uniformemente  e colocar nos moldes.

Cold Process Depois da base Glicerinada esse é o método que se mais usa para fazer o sabão. É muito parecido com o Hot process com a exceção de que não se põe sobre uma fonte de calor.

Tem que misturar a soda cáustica dissolvida em água com óleos e misturar até que essa união tenha a reação química, a saponificação, no qual vai resultar em sabão. Quando se vê que essa massa atinge o TRACE , podemos adicionar os aditivos que queremos e logo em seguida colocar nos moldes.

Esse processo exige um tempo de cura para poder usar os sabonetes no corpo.

varios

Vantagens e desvantagens

A base Glicerinada pode ser encontrada fácil, mas quase nunca possui uma boa qualidade. Os fabricantes, para baratear os custos, colocam ingredientes e produtos químicos que podem causar alergias e resultar em um sabonete de baixíssima qualidade. O ideal seria que você mesmo faça sua própria base Glicerinada.

Muitas pessoas acham que a Base Glicerinada é o melhor método porque é um sabonete que não possui a soda cáustica, mas isso não é verdade. Essa Base Glicerinada foi feita com a soda cáustica e óleos da mesma maneira que foi usada no Hot process e no Cold process.

A vantagem é que se você compra a Base pronta não é necessário manipular a soda cáustica porque alguém já manipulou por você. Outra vantagem é que é um processo onde se pode deixar as crianças participarem tomando sempre o cuidado com a base glicerinada quente e derretida.

O Cold Process é um método onde você fabrica o sabão/ sabonete desde o principio e coloca os ingredientes que mais te convém para criar um produto de ótima qualidade especifico para o que você realmente deseja.

Com este método podemos controlar a espessura da massa e fazer o sabonete dos nossos sonhos com qualquer tipo de arte que imaginamos. A desvantagem deste processo é que , depois que se retira do molde, devemos esperar um tempo (cura) de 5 a 6 semanas para ter uma saponificação completa e poder usar tranquilamente no corpo.

sabao-do-hot-process-150x150O Hot Process também é um método que fabrica o sabonete desde o principio e tem a grande vantagem que logo que você retira o sabonete do molde pode ser usado no corpo porque o processo de saponificação foi todo executado com a fonte de calor e com isso não precisa do tempo de curação ( Mas mesmo assim eu sempre deixo os sabonetes uma semana descansando).

A desvantagem é que após todo esse calor a massa fica espessa com uma aparência bastante rustica e é bem difícil trabalhar e fazer alguma arte com esse tipo de sabonete. Mas muitas pessoas gostam e muito da aparência que fica inclusive eu.

Nos 3 processos apresentados devemos estar sempre atentos á nossa proteção  e nunca esquecer de colocar luvas, óculos de proteção e um avental. Como sempre digo : – A Segurança sempre em 1º lugar !

Você já fez algum destes processos?  Deixa aqui abaixo, em comentários,  qual foi sua experiência e qual processo você mais gosta.

 

35 comentários em “Diferença entre Base Glicerinada, Hot Process e Cold Process”

  1. Gostei das explicações! Muito obrigada! Sempre faço com as barras de glicerina prontas, pois não me sinto muito segura para manipular soda, além de ser mais fácil. Talvez, tente fazer a minha própria barra, no futuro. Grande abraço!

  2. jarbas Pantoja

    Senhores
    Quero aqui agradecer ao ou aos responsáveis ou responsável por este conhecimento que me foi muito importante. Agora pergunto é possível fazer sabonetes fitoterápicos com o processo cold processo? Ficarei grato por uma resposta.

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Jarbas, existem opiniões diversas a este respeito. Uns acreditam que sim e outros acreditam que não.
      Para minha opinião, o cold processo é o menos indicado para fazer sabonetes fitoterápicos porque quando vocÊ termina de elaborar o sabonete, ainda não terminou o processo de saponificação e adicionado ingredientes fitoterápicos na fórmula, pode ser que parte dos princípios ativos da planta em questão vão ser perdidos. Por essa “dúvida” se seu sabonete terá ou não os princípios ativos desejados eu aconselho a fazer sabonetes fitoterápicos nos outros processos que são o hot, rebatch ou base glicerinada. Para mim estes sim estão mais aptos para sabonetes fitoterápicos.

  3. Estou pensando seriamente em entrar no ramo de saboaria artesanal, uma dúvida (meio boba), se eu fizer sabonetes usando a barra glicerinada pronta eu posso falar que meu sabonete é natural? oque é preciso para um sabonete ser denominado como NATURAL?

    Desde já agradeço a atenção

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Cezar! seja super bem vindo ao grupo de saboaria artesanal!! sabonete natural é aquele que todos os ingredientes utilizados são de origem naturais e que não possui nenhum componente sintético ( feito em laboratório). Se sua base de glicerina foi elaborada com todos os ingredientes naturais é claro que seu sabonete vai ser natural mas acredito que a grande maioria das bases de glicerina encontradas no mercado hoje não são naturais porque possui um ou mais elementos sintéticos. Para saber isso é importante que você leia o rótulo para saber os componentes e caso você tenha alguma dúvida, recomendo que entre em contato com o fabricante para saber exatamente se é ou não natural mesmo se está escrito no rótulo que é natural. Caso o fabricante não te revele os componentes, simplesmente não compre essa barra e faça a sua.

  4. boa noite, eu gosto de praticidade, e a base glicerinada é ideal, porém já fiz com soda com leite de coco e não ficou como eu queria, ela escureceu, como era pra uso em cada tudo bem, um detalhe, o corante não ficou a cor pretendida, coloquei azul e ficou verde, coloquei vermelho cereja ficou verde, a cor q colocava todas ficavam na mesma cor (verde).

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Lia, realmente a base glicerinada é bem mais prática e rápida mas o importante é usar bases de boa qualidade. O leite no CP deve ser adicionado em forma de gelo para não queimar. Dependendo do tipo de corante, a reação da soda cáustica pode sim alterar a cor final no seu produto. Veja esse artigo que fala justamente sobre isso https://formuladesabaoartesanal.com.br/como-dar-cor-ao-sabonete/

  5. Olá. Nunca fiz esse proceddo , apenas com a base de glecerina pronta muito feita aqui no Brasil. Tenho muito interesse em aprender e com esse artigo tirei muitas dúvidas.Estarei em breve vem Portugal e lá conhecerei esse método. Obrigado

  6. Olá! 🙂 agradeço as infos desse blog!
    uma dúvida que tennho em relação a glicerina, é que me parece que a mais clássica de se achar é com base animal, ou sintética, há alguma dica de onde encontrar a glicerina em base vegetal?
    agradeçooo!!!

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Cali, a melhor maneira de ter uma base glicerinada excelente e vegetal é quando fazemos nos mesmo. Assim você tem o controle e sabe com exatidão os componentes. Encontrar uma base comercial vegetal é muitooo difícil. Eu sempre faço a minha.

  7. Boa noite! Muito obrigada pelo post!
    Fiquei na dúvida se no Hot Process podemos adicionar óleos essenciais, pergunto isso devido a alta temperatura do processo.
    Abs!
    Isabela

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Isabela, pode sim adicionar os OEs. Mas para não haver desperdícios você deve saber o “flash point” do OE que vai usar e com isso deixar a massa esfriar até uma temperatura inferior e com isso irá salvar as propriedades deste OE.
      Flash point = é temperatura que o OE vai evaporar.

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Leni, pode sim mas não recomendo. Se for usar deve ser um dos óleos e não 100% de óleo usado e outro detalhe é que sua base não vai ficar transparente.

  8. Gratidão pela matéria. Estava procurando as diferenças e você fez um ótimo texto, simples e super explicativo!

  9. Ola,

    Eu trabalho com a base glicerinada encontrada no mercado, gostaria de produzir a minha própria, onde eu encontraria a receita ideal? Outra dúvida, os sabonetes as vezes não fazem a espuma densa, teria algo que pudesse incrementar isso? Desde já obrigada!

  10. Adorei as explicações… tirou algumas dúvidas mas ainda resta uma: da pra fazer a própria base glicerinada natural ?!

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Claro que sim Juliana. Existem fórmulas excelentes para fazer sua própria base glicerinada natural.

  11. Sempre fiz sabonetes com a base glicerinada, acreditando na pureza e qualidade. Quero me especializar no assunto com certeza. Uma dúvida, todos os sabões/ sabonetes são feitos com soda cáustica? É a soda comum, ou existe uma soda cáustica diferente/ superior/ específica?

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Veronica, a base glicerinada é um sabonete elaborado com a soda cáustica ( e outros ingredientes claro) e dependendo dos ingredientes que foi adicionado nesta base ela pode ser perfeitamente de excelente qualidade. Para ser considerado um “SABÃO/SABONETE” tem que ter a soda cáustica e o grau de pureza desta tem que ser 97% mínimo no qual você encontra em escamas. Existe as sodas cáustica menos concentrada… as líquidas … pode ser usadas também mas não é para nada o ideal e eu não recomendo.

  12. Eu faço meus sabonetes com base glicerinada porem acrescento em todos os sabonetes extrato glicólico e um óleo vegetal ou uma manteiga de karité.
    Os sabonetes ficam super hidratantes e com propriedades….

  13. Olá, gostaria de saber se posso fazer minha própria base glicerinada usando o método cold process, para que eu mesma possa ficar derretendo em casa e elaborar meus sabonetes? obrigada!

  14. Olá, obrigada por esclarecer. Tenho uma dúvida, eu já vi muitas receitas do sabonete glicerinado que mistura o lauril na glicerina pro sabonete obter espuma. Se não adicionar o lauril, como ele irá espumar? Outra dúvida: no cold process o sabonete obtem espuma?

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Oi Fernanda, a espuma do sabão se obtén através de alguns óleos ou aditivos naturais. Não é necessário colocar o lauril. Muitas bases glicerinadas sao elaboradas com ingredientes fracos em espuma e por isso, na maioria delas, o ideal é adicionar o lauril para dar uma subida na porcentagem de espuma. Por isso o ideal é você mesmo fabricar sua própria base glicerinada e adicionar os ingredientes adequados para o sabonete espumar sem ter que adicionar o lauril que é responsável por vários tipos de alergias. No cold processo o sabonete espuma maravilhosamente bem se você colocar os óleos corretos na sua fórmula.

  15. Ola , obrigado por todas a orientações. Tenho uma experiência com a base glicerinada produzindo sabonetes fitoterápicos. Porém são sabonete mais frágeis e acredito que o hotprocess seja o ideal pelo que já li aqui. Poderia me orientar um pouco sobre a questão de comercializar sem ter uma empresa regulamentada ainda? Somente por ser artesanal é possível ter uma boa aceitação e pode fazer vendas e entregas em outros estados pelo correio ?

  16. EPAMINONDAS FERREIRA LIMA

    FAÇO SABOES E SABONETES A MUITOS ANOS, E GOSTARIA DE SABER ONDE ENCONTRO NO BRASIL, AS BASES TRANSPARENTES CRISTALIZADAS( DA COR DA ÁGUA), POIS N. CONSIGO FAZE-LAS. PODEM ME AJUDAR. ABCS.

  17. Anna Angélica Gabriel

    Bom dia. Produzindo a minha base glicerinada, posso usar a mesma para produzir sabonetes variados?

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Claro que sim Anna, o principal objetivo de uma base glicerinada é poder derreter e elaborar outras fórmulas de sabonetes de acordo com seu objetivo.

  18. Viviane Lima

    Olá, quanto de óleo vegetal ou manteiga eu posso adicionar em uma base glicerinada vegetal?
    Uma outra dúvida minha é se eu posso usar a base glicerinada junto com a massa feita por cold process.

    1. Fórmula de Sabão Artesanal

      Olá Viviane, Você pode adicionar uns 5% a 10% de manteiga ou óleo de SF na sua base glicerinada. E sim que pode fazer misturas de massas mas ….existe técnicas e passos a tomar…não é somente misturar.

  19. LAIS DE MORAES

    Na hora de modelar o sabonete na forma, fazer o acabamento dele na parte de cima, existe muita diferença doa métodos cold e horto processo para a base glicerinada? Nunca consigo modelar a base glicerinada como os vídeos e aulas que assisto sobre sabonete artesanal feitos no hit e cold process

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima